SE GOSTOU SIGA O BLOG

segunda-feira, 25 de junho de 2012

PMDB escolhe José Tasso, e Camilo Cola rompe com o partido


Com a confirmação de Tasso, Camilo anunciou a saída
Em uma convenção tumultuada na manhã de domingo (24), o ex-deputado e ex-prefeito José Tasso de Andrade foi eleito pelo PMDB como o candidato à Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim.
A escolha rachou o partido e deixou insatisfeito o presidente do diretório e ex-deputado federal Camilo Cola, que anunciou imediatamente a sua desfiliação do partido na cidade.

Quando deputado, Tasso foi alvo de ações da Justiça acusado de envolvimento no chamado mensalão capixaba.

Quatro pré-candidatos pleiteavam a vaga para concorrer a prefeitura. Além de Tasso, Camilo Cola, Lázaro Costalonga e Elias da Silva disputaram a preferência dos correligionários.
Em votação direta, Tasso obteve 25 dos 44 votos, enquanto Camilo apenas 14. O resultado surpreendeu o ex-deputado federal, que ficou decepcionado e anunciou de imediato a sua saída do PMDB de Cachoeiro.
Muito emocionado, Camilo fez críticas à participação de outros nomes na disputa. “Não aceito a forma como ele (Tasso) entrou no partido. Na minha ausência, o vice-presidente (Roberto Valadão) permitiu que isso acontecesse. A ética foi quebrada, e por isso vou sair do PMDB de Cachoeiro. Tenho uma outra residência em Venda Nova do Imigrante e vou participar somente lá”, desabafou.

Os correligionários aprovaram um requerimento para a realização de coligações do PMDB com outros partidos, de livre escolha da executiva. Numa rápida passagem pela convenção, o presidente do PMDB no Estado e pré-candidato à prefeitura da Capital, Lelo Coimbra, recomendou cautela e calma nas negociações. “Vamos usar todo o tempo e espaço possível para tomar a melhor decisão”, orientou.

Tasso, lamentou a saída de Camilo, mas afirmou que agora cabe ao partido buscar coligações que o fortaleçam. “Vamos conversar com os outros partidos. Tenho certeza que através dos nossos mandatos  vou contribuir para trazer qualidade de vida.” Segundo ele, o PMDB fará oposição do governo do PT de Cachoeiro.


Theodorico: “Voltamos à estaca zero”

O resultado da conturbada convenção do PMDB não agradou o deputado Theodorico Ferraço (DEM), que disse não ter interesse em partidos com rupturas. A expectativa de uma aliança entre as duas siglas se torna remota com a rejeição do deputado à saída de Camilo Cola do PMDB da cidade. Segundo Theodorico, as negociações com o PMDB se frustraram. “Queríamos um PMDB unido, não vencidos e vencedores. Eles escolheram Tasso e a imagem de Camilo Cola saiu arranhada. Voltamos à estaca zero.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua visita foi muito importante. Faça um comentário que terei prazaer em responde-lo!

Abração

Dag Vulpi

Sobre o Blog

Este é um blog de ideias e notícias. Mas também de literatura, música, humor, boas histórias, bons personagens, boa comida e alguma memória. Este e um canal democrático e apartidário. Não se fundamenta em viés políticos, sejam direcionados para a Esquerda, Centro ou Direita.

Os conteúdos dos textos aqui publicados são de responsabilidade de seus autores, e nem sempre traduzem com fidelidade a forma como o autor do blog interpreta aquele tema.

Dag Vulpi

Seja Bem-Vindo

Paulo Freire

Paulo Freire
Para analisar

BLOG MIN

BLOG MIN
Porque todos temos uma opinião, seja construtiva, destrutiva, cientifica, acéfala, perversa, parva, demolidora ou simplesmente uma opinião...

Mensagem do Autor

Ocorreu um erro neste gadget

Seguir No Facebook