sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Pit bull fica ferido em briga com porco-espinho



 Veterinária levou 4 horas para retirar 3 mil espinhos do corpo de Lampião.

Um cão da raça pit bull precisou de atendimento depois de ter sido ferido por um porco-espinho, em São Gabriel do Oeste, a 133 km de Campo Grande. O animal teve que ser sedado para a retirada de cerca de 3 mil espinhos. O caso é semelhante ao ocorrido na segunda-feira (20), em Coxim, a 243 km da capital, quando outro cão, da mesma raça, levou mais de mil espetadas de um ouriço-cacheiro.

O pit bull se chama Lampião e é um animal dócil, segundo o professor Ederson Wagner, 31 anos, proprietário do cão. Wagner disse ao G1 que deixa o animal na casa da avó e se assustou com a ligação dela, durante a madrugada. “Ela falou que o Lampião estava brigando com algum outro bicho”

O professor foi até a casa da avó achando que Lampião havia brigado com um gato. Quando chegou, o pit bull já estava com espinhos nas patas e em todo o rosto, inclusive na língua. “Quando vi a situação, já chamei a veterinária que cuida dele”.

A veterinária Mariana Chitolina teve que sedar o animal. Apesar de sempre ter sido dócil, Lampião estava irritado e poderia dificultar a retirada dos espinhos, por conta da dor que sentiria. “Ele é sempre dócil, até para dar a anestesia não foi preciso contê-lo”. O trabalho de retirada começou por volta da 1h e terminou às 5 horas.

Após passar o efeito da anestesia, Lampião foi liberado e foi para casa. Nesta manhã, Mariana iria até a casa da família para fazer a medicação nas marcas deixadas pelos espinhos. O porco-espinho que teria ferido o cão fugiu, segundo o professor.
Mun-Rá

Na segunda-feira, um caso parecido aconteceu em Coxim. O cão pit bull, chamado Mun-Rá, foi atacado e ficou com cerca de mil espinhos pelo rosto e nas patas. O ouriço-cacheiro que o atacou foi encontrado ferido e chegou a ser transportado para tratamento no Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras), em Campo Grande, mas morreu durante a viagem. Mun-Rá estava internado até ontem (21), em observação.

8 comentários:

  1. Cara o pit-bull deve ter ficado cego algum espinho deve ter acertado os olhos dele, más ele naõ reajil há o pit-bull deveria ter pelo menos se defendido.

    ResponderExcluir
  2. Cara o pit-bull deve ter ficado cego, algum espinho deve ter acertado os olhos dele mas ele deveria ter pelo menos se defendido do porco-espinho.Acho que depois que retiraram todos os espinhor ele deve ter ficado com a cara enchada e também todo o resto.

    ResponderExcluir
  3. Meu caro (anonimo), primeiramente quero agradecer-lhe por sua visita e por seu comentário.
    O Pitbull ficou muito ferido, mas as informações que recebi é de que ele não teve os olhos perfurados não (muita sorte). E quanto a ele reagir, ele reagiu sim, e o porco espinho infelizmente morreu depois de chegar à sede da Polícia Militar Ambiental (PMA), em Campo Grande. Confira a postagem nesse link: http://dagmarvulpi.blogspot.com/2012/08/porco-espinho-ferido-por-cao-morre-apos.html

    Um fraterno abraço.

    Dag Vulpi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. essa raça tinha que ser era extinta pois essa coisa não é criação de Deus

      Excluir
    2. QUEM NAO É DE DEUS É VOCE, PRESTA MAIS ATENÇÃO NO QUE VOCE FALA E VAI PESQUISAR UM POUCO PARA SABER SOBRE ESSA RAÇA MARAVILHOSA SEU PRECONCEITUOSO FILHO DE UMA PUTA

      Excluir
  4. Larissa Benavidez27 de maio de 2013 23:17

    Qualquer cachorro pode ser agressivo, mas é claro, isso depende da criação.É muita ignorância falar "essa raça tinha que ser extinta...", já que a maioria das pessoas que falam isso nunca pesquisou sobre a raça ou procurou boas notícias sobre ela, porque as únicas "notícias" que viram são: ataque de pit bull, briga entre pit bulls, porque tv, jornal e etc só mostram isso. Portanto, antes de querer afirmar alguma coisa, tenham conhecimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você Larissa,

      Os animais são o reflexo de seus donos, caso um vira-latas seja criado de forma errada ele também sera agressivo. Animais precisam ser criados com carinho e respeito, e eles se tornarão animais carinhosos e que respeitam seus donos.

      Excluir
  5. Meu vizinho tem um cachorro dessa raça e ele é extremamente dócil, inclusive ele tem dois filhos pequenos e nunca tiveram problemas, muito ao contrario o cachorro tem o maior cuidado com os garotinhos.

    Paulo Arcanjo - Morumbi - SP

    ResponderExcluir

Sua visita foi muito importante. Faça um comentário que terei prazaer em responde-lo!

Abração

Dag Vulpi

Sobre o Blog

Este é um blog de ideias e notícias. Mas também de literatura, música, humor, boas histórias, bons personagens, boa comida e alguma memória. Este e um canal democrático e apartidário. Não se fundamenta em viés políticos, sejam direcionados para a Esquerda, Centro ou Direita.

Os conteúdos dos textos aqui publicados são de responsabilidade de seus autores, e nem sempre traduzem com fidelidade a forma como o autor do blog interpreta aquele tema.

Dag Vulpi

Seguir No Facebook