sexta-feira, 8 de abril de 2016

Vazamentos seletivos criam ambiente propício ao golpe, diz Dilma


A presidenta Dilma Rousseff criticou ontem(7) o que classifica de “vazamentos seletivos” de informações. Para a presidenta, esse tipo de vazamento tem "o objetivo de criar ambiente propício ao golpe". 

“A Constituição que garante a privacidade e a legislação vigente proíbem vazamentos que hoje na verdade constituem vazamentos premeditados, direcionados com claro objetivo de criar ambiente propício ao golpe. Vazar porque não é necessário provar. Basta noticiar, basta acusar. Basta usar de testemunhos falsos. Nada disso é problema porque sempre se aposta na impunidade”, afirmou a presidenta, ao discursar em evento no Palácio do Planalto.

Dilma discursou para uma plateia formada por mulheres representantes de movimentos sociais e sindicais, como as Marchas das Margaridas, Mundial das Mulheres e das Mulheres Negras e a Central Única dos Trabalhadores (CUT), que foram ao Palácio do Planalto para apoiar seu mandato contra o pedido de impeachment em tramitação na Câmara dos Deputados.

No início de março, Dilma fez pronunciamento em que se disse inconformada e indignada com a divulgação da delação premiada do senador Delcídio do Amaral pela revista IstoÉO jornal Folha de S.Paulo publicou ontem (7) reportagem em que diz que Otávio Marques Azevedo, ex-presidente da construtora Andrade Gutierrez, fez acordo de delação premiada. Segundo o jornal, na delação, o ex-presidente disse ter pago propina por meio de doações legais para as campanhas de Dilma Rousseff em 2010 e 2014.

Ao dar posse ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro-chefe da Casa Civil no dia 17 de março, Dilma criticou as interceptações de conversas telefônicas entre os dois, divulgadas na véspera, e disse que iria pedir a apuração dos fatos. O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato, divulgou o teor dessa e de outras conversas do ex-presidente, que teve suas ligações telefônicas interceptadas pela Polícia Federal.

“Quero destacar que poderemos ter nos próximos dias muitos vazamentos oportunistas e seletivos. Determinei ao ministro da Justiça [Eugênio Aragão] a rigorosa apuração de responsabilidades por vazamento recente bem como tomar todas as medidas judiciais cabíveis. Passou de todos os limites a seleção muito clara de vazamentos em nosso país”, ressaltou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita e participação no blog!

Dag Vulpi

Explicando as Pedaladas Fiscais - Atualize a página para voltar para o inicio do texto

Sobre o Blog

Este é um blog de ideias e notícias. Mas também de literatura, música, humor, boas histórias, bons personagens, boa comida e alguma memória. Este e um canal democrático e apartidário. Não se fundamenta em viés políticos, sejam direcionados para a Esquerda, Centro ou Direita.

Os conteúdos dos textos aqui publicados são de responsabilidade de seus autores, e nem sempre traduzem com fidelidade a forma como o autor do blog interpreta aquele tema.

Dag Vulpi

Paulo Freire

Paulo Freire
Para analisar

BLOG MIN

BLOG MIN
Porque todos temos uma opinião, seja construtiva, destrutiva, cientifica, acéfala, perversa, parva, demolidora ou simplesmente uma opinião...

Mensagem do Autor

Ocorreu um erro neste gadget

Seguir No Facebook