SE GOSTOU SIGA O BLOG

quinta-feira, 10 de março de 2016

Inflação na China cresceu 2,3% em fevereiro




O Índice de Preços ao Consumidor da China (IPC), um dos principais indicadores da inflação, subiu para 2,3% em fevereiro, em relação ao mesmo mês do ano passado, anunciou hoje (10) o Gabinete Nacional de Estatísticas (GNE). É o maior aumento em quase dois anos e supera a projeção de 1,8% da agência financeira Bloomberg.

Uma inflação moderada pode beneficiar o consumo, estimulando os consumidores a comprar na expectativa que os preços subirão, enquanto uma queda encoraja os clientes e empresas a adiar as encomendas.

O preço dos alimentos disparou durante o período do Ano Novo Lunar, a grande festa que reúne as famílias chinesas, com os preços da carne de porco e dos vegetais subindo 25,4% e 30,6%, respectivamente.

No mesmo período, o Índice de Preços ao Produtor caiu 4,9%, uma ligeira recuperação diante da queda de 5,3% registrada em janeiro.
É o 48º mês consecutivo em que o principal indicador da inflação registra queda, refletindo o impacto do excesso de produção que afeta grande parte do setor secundário chinês.

A subida nos preços dos alimentos é justificada pelas sucessivas ondas de frio que atingiram grande parte da China em fevereiro, informa o analista do GNE, Yu Qiumei, em comunicado.

"Tempestades de vento, queda da temperatura, chuva e nevascas, em meados de fevereiro, afetaram a produção e o transporte de vegetais frescos", lembrou Yu, acrescentando que os preços dos vegetais aumentaram 29,9% em relação a janeiro, a maior alta desde março de 2008.

Os preços no setor dos transportes e nos locais turísticos registraram aumento acentuado, resultado do aumento da procura durante o Ano Novo Chinês. A escassez de pessoal em alguns setores, durante esse período, contribuiu também para o aumento dos preços, disse o analista.

Os preços do conserto de automóveis e dos cabeleireiros, por exemplo, subiram 6,9% e 5,7%, respectivamente, em relação a janeiro.

O aumento da inflação é sinal positivo para a economia chinesa, que cresceu no ano passado ao ritmo mais lento dos últimos 25 anos (6,9%).

Pequim está iniciando uma transição no modelo econômico do país, visando a dar maior ênfase ao consumo, em detrimento de investimentos em grande obras públicas ou exportações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua visita foi muito importante. Faça um comentário que terei prazaer em responde-lo!

Abração

Dag Vulpi

Sobre o Blog

Este é um blog de ideias e notícias. Mas também de literatura, música, humor, boas histórias, bons personagens, boa comida e alguma memória. Este e um canal democrático e apartidário. Não se fundamenta em viés políticos, sejam direcionados para a Esquerda, Centro ou Direita.

Os conteúdos dos textos aqui publicados são de responsabilidade de seus autores, e nem sempre traduzem com fidelidade a forma como o autor do blog interpreta aquele tema.

Dag Vulpi

Seja Bem-Vindo

Paulo Freire

Paulo Freire
Para analisar

BLOG MIN

BLOG MIN
Porque todos temos uma opinião, seja construtiva, destrutiva, cientifica, acéfala, perversa, parva, demolidora ou simplesmente uma opinião...

Mensagem do Autor

Ocorreu um erro neste gadget

Seguir No Facebook